Luís M. Sobral

Luís M. Sobral

O Consultor e Formador Luis Manuel Sobral tem como factor diferenciador e respectivo agente de sucesso a sua metodologia extremamente prática, sempre na óptica do Saber Fazer, com provas dadas no mercado nacional e internacional

Ainda somos empreendedores? PARTE 2

Manter Continuamente o Empenho é um dos maiores desafios do Novo Empreendedor. É fácil desanimar à primeira contrariedade e ao primeiro suspiro de problema no nosso pescoço. Mesmo que a nossa ideia seja potencialmente lucrativa e extremamente «sexy», temos que a amar incondicionalmente e fazer-lhe juras de amor eterno empresarial todos os dias. Do nosso empenho nascerá as raízes do futuro.

Saber Controlar e Gerir o Negócio é igualmente de suma importância. Lembre-se que o negócio é seu. O filho é do seu sangue criativo. Siga a sua visão e alie-se a quem o possa ajudar, sem o desviar do caminho que idealizou na sua mente.

Obter Financiamento Inicial não é tarefa fácil, nos dias que correm. A não ser que tenha parentes dóceis, com bolsos sem fundo, o caminho é espinhoso e doloroso.

Mas não tem que ser o fim da linha.

Há sempre luz no fim do túnel.

Existem várias opções, como o Micro Crédito, o Capital de Risco, o Crédito PME e o meu preferido, o «CrowdFunding».

Vencer os Obstáculos Externos vai exigir de si tudo o que tiver para dar. A burocracia, impostos, Alvarás, etc são pedras no seu caminho que você apenas terá que apanhar para construir o seu palácio Empreendedor.

Mas como nem tudo são agruras e lágrimas no seu rosto suado, existem recompensas para o Empreendedor.

Uma delas é a Independência.

Este é um dos principais «drivers» para se seguir uma carreira de Empreendedor.

Ser o seu próprio patrão é um elixir doce que se toma diariamente ao levantar, mas acarreta afastar o sabor amargo da falta de responsabilidade e de trabalho árduo, sem horários e sem regras.

A Realização Profissional é igualmente um dos principais motivadores de uma carreira como Empreendedor.

Quando não conseguimos ser o que queremos ou trabalhar na área que sonhámos ou estudámos, uma das saídas poderá ser a Criação do Próprio Negócio, seja com a ajuda do IEFP ou com um desejado «Mentor», na idealização do Plano de Negócios.

Quando fazemos o que gostamos, não temos que trabalhar um único dia da nossa vida. E isso não tem preço!

Deter o Controlo do Próprio Destino poderá ser inebriante, tal como intoxicante. Acarreta uma elevada responsabilidade pela gestão da sua própria vida e dos que o rodeiam, família ou empregados.

E por fim, nascerá do seu solo fértil, a Gratificação Financeira.

Um Empreendedor é Senhor do seu Tempo?

Todos os seus esforços irão dar frutos apetecíveis e invejáveis e a gratificação financeira será a cereja no topo do bolo Empreendedor. Feitas todas as contas de somar e multiplicar, chegamos à conclusão que ainda somos Empreendedores e que não deixamos os nossos antepassados mal vistos na fotografia Empresarial mundial!

Partilhe

Explorar mais

E SE NÃO TIVESSES MEDO….

Tens dentro de ti o desejo não expresso de fazer algo inovador, diferenciado do que existe no mercado, que tenha o teu cunho pessoal, mas temes em avançar?

Partilhe

O TEU SUCESSO REVELADO…

Hoje falo-te do Teu SUCESSO, o que espera por ti para se materializar e revelar

Partilhe

Ainda somos empreendedores? PARTE 1

Somos, definitivamente, um povo Empreendedor. A Crise e a dificuldade, desde tempos imemoriais, tem dado uma mão madrasta no aguçar do engenho

Partilhe